titmaniadeblogarhome

Porque os cabelos ficam ressecados?

No dia-a-dia, existem vários fatores que podem influenciar na estrutura dos fios de cabelo. Usar modeladores, lavar os cabelos com água quente, usar xampu ou condicionador inadequados e secar com o secador são atos que podem danificar os fios. No verão, esses riscos aumentam. O sol, a água salgada e a água com cloro são elementos que também agridem a estrutura dos fios.

São esses os fatores que deixam os cabelos ressecados durante o verão. Quando se trata dos cabelos de crianças, os fios são mais finos, sensíveis e, por isso, mais predispostos a ressecar. Mas você sabe por que os cabelos ficam ressecados? Sabe identificar quando os fios estão nesse estado e precisam de tratamento? Confira as nossas dicas!

Por que os cabelos ficam ressecados?

Assim como existem muitos fatores que podem deixar o cabelo ressecado, existem muitas formas desses fatores alterarem os fios. O sol, assim como tinturas e alisamentos, afeta na umidade do cabelo, fazendo com que o fio perca sua hidratação. A água muito quente usada para lavar o cabelo, assim como a água do mar e da piscina, abre as cutículas capilares, que devem ficar fechadas para refletir o brilho.

Outro fator que pode modificar a estrutura capilar é o uso de xampus com muito detergente, que dissolvem as partículas de gordura naturalmente presente nos fios. Lavar a cabeça com frequência, como fazemos no verão, impede que os óleos naturais do couro cabeludo se espalhem pelos cabelos.

Além disso, Carolina da Silva Rocha, cabeleireira do GlitzMania (unidade Moema), diz que a maneira de cuidar do cabelo também influencia:  “Os cabelos ressecam por mau uso de shampoo e condicionadores, quando não se está usando os indicados corretamente para o tipo de cabelo e quando não são hidratos corretamente. Os cabelos ressecam também por ambientes externos. Quando ficam expostos ao sol com a água da piscina, que contém cloro, sem nenhum tipo de proteção. E ao vento também, quando seca os cabelos sem protetor térmico”. Até mesmo a forma como penteamos o cabelo pode causar o ressecamento!

“Quando não se tem hábito de pentear os cabelos. Quando não se o penteia o cabelo, não massageia o couro cabeludo e não ativa as células da oleosidade. A oleosidade natural do couro cabeludo ajuda evitar o ressecamento do fio do cabelo”, conta Carolina.

Esses fatores afetam a estrutura dos fios de cabelo e danificam a haste capilar, responsável pela proteção. Por isso, os cabelos começam a perder o brilho natural e a força, ficando ressecados.

Como identificar se o cabelo precisa de tratamento?

O primeiro passo para saber quando o cabelo de seu filho precisa de tratamento é saber a diferença entre os cabelos secos e ressecados. Cabelo seco é um tipo de cabelo, uma disposição natural dos fios, que tendem a ter as cutículas mais abertas. Do mesmo modo, existem cabelos oleosos, que produzem mais óleos naturais, e cabelos mistos, que são oleosos na raiz e secos nas pontas. Isso é algo comum: todos temos um tipo de cabelo. Já os cabelos ressecados são uma consequência dos fatores externos afetando os fios.

Nos cabelos ressecados, as cutículas ficam ainda mais abertas. Por causa disso, o cabelo perde o brilho e começa a embaraçar com facilidade. Além disso, o ressecamento pode influenciar no surgimento de pontas duplas e na queda dos fios, porque o cabelo perde sua força natural. Nossa cabeleireira diz: “As mães podem perceber os cabelos ressecados. Quando vão desembaraçar os cabelos com dificuldade e criam vários nós. E ao tocar nos cabelos, os sentem ásperos e, visivelmente, sem brilho e com pontas duplas”. Quando perceber que o cabelo de seu filho apresenta essas características, é hora de investir em um bom tratamento. Os fios precisam recuperar sua hidratação – afinal, o ressecamento indica que o fio perdeu água – e as proteínas perdidas pela influência dos fatores externos. Faça uma boa hidratação para recuperar o brilho e a força dos cabelos.

Se preferir, passe no GlitzMania e deixe o cabelo de seu filho em nossas mãos! Nossos profissionais vão identificar o problema e tratar os fios delicados da criança com todo o cuidado necessário!